segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Somos Todos Iguais [Artigo]



Somos Todos Iguais:
por mim: Rodrigo Moulin Pierott aconselhado pelo meu amigo espiritual (sempre)



Sobre o Intelectual:

   Vivemos em uma sociedade capitalista, as pessoas pertencem à diferentes classes sociais, constantemente pessoas intelectualmente mais desenvolvidos estão em classes sociais mais elevadas. Muitas vezes os mais pobres passam por preconceitos e até mesmo se sentem inferiorizados pela sua falta de dinheiro, cada homem tem sua vida, não podemos julgar sem realmente o conhecer. Quem foram seus pais? Como foi sua vida? E suas oportunidades? Seus traumas e experiências?  Além disso, pode-se pensar também em casos de pessoas que tem por expiação, a falta de bens, aparecem como se fossem para dar valor à bens mau usados sem dar o devido valor em uma existencia passada, até porque o dinheiro é um bem
material MUITO importante, que é através dele que pessoas tem metade do que é preciso para ser feliz: "o basico para sobreviver e fé no futuro". (livro dos espiritos) 





Sobre o Moral:

   Constantemente julgamos pessoas e quase nunca nos colocamos exatamente no seu lugar, falamos que o vizinho está devendo dinheiro ou que nosso parente é uma pessoa má, continuamos julgando os atos dos nossos irmãos, não aceitamos suas dificuldades e ficamos revoltados com a sua baixa moral em alguns pontos. Como está na biblia:

 "Não julgueis para não serdes julgados. Pois com o julgamento com que julgais sereis julgados, e com a medida com que medis sereis medidos. Por que reparas no cisco que está no olho do teu irmão, quando não percebes a trave que está no teu? Ou como poderás dizer ao teu irmão,: 'Deixa-me tirar o cisco do teu olho', quando tu mesmo tens uma trave no teu? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então verás bem para tirar o cisco do olho do teu irmão." (Mateus 7:1-5)


Vamos tentar entender: Deus é infinitamente justo, e "com o julgamento com que julgais sereis julgados, e com a medida com que medis sereis medidos" 

Com que sentido Deus nos julgará como julgamos os outros? Que medidas seriam essas? Ele já não iria nos julgar? No meu ponto de vista é porque quando julgamos estamos julgando um irmão que já passou por experiências e dificuldades diferentes das nossas, e quando rogamos nosso julgamento sobre ele NÃO somos justos, estamos julgando sem realmente conhecer. Para nós pode ser fácil não querer matar alguém e ficamos até revoltados com quem o faz, mas se nosso irmão veio de existências em que matar era visto como algo glorioso e era reconhecido por todos, pelos seus feitos sanguinários, era o orgulho de seus pais e de sua família se assim o fizesse, seria difícil para esse espírito aguentar uma humilhação e perdoar, mesmo com todos dizendo para esquecer. Portanto nesse caso fictício estaríamos sendo completamente injustos, sendo nós que praticamos de amor e vivemos em razoável harmonia a algum tempo.

   
Um fato de minha vida:

   Sempre quando eu ia à lojas do comércio com a minha namorada, ela nunca gostava de demorar nas lojas, olhava rapidamente e sempre muito objetiva, e se por acaso nós demorássemos ela insistia para levarmos qualquer coisinha, eu não parava pra pensar o porque dela fazer aquilo, mesmo eu sabendo que ela trabalhou anos no comercio como vendedora de bijuteria. Quando eu comecei a conhecer o espiritismo, tentando compreender o motivo da reencarnação, vidas passadas e expiação, eu parei pra pensar que, como eu não vivenciei a experiência que ela sentiu na pele de pessoas entrando nas lojas e não levando nada, eu não tinha a capacidade de compreender sua conduta e sentimento pensando no próximo (que no caso seriam as vendedoras), dai percebi que quando vivenciamos uma experiência podemos nos colocar no lugar do nosso irmão com uma realidade tremenda, e realmente compreender pelo que ele passa, assim tendo compaixão do nosso próximo. Deus sendo tão bom e nos amando TANTO fez ISSO TUDO CHAMADO DE TERRA E ENCARNAÇÕES para que possamos aprender e nos amar, colocando o nosso próximo à frente, compreendendo como se sente e "FAZENDO PARA COM ELE O QUE GOSTARIAMOS QUE FIZESSEM CONOSCO."(Santo Agostinho - Livro dos Espiritos)

Conclusão:

   O futuro de todos nós todos é sermos igualmente evoluidos, espíritos de luz, então antes de julgar até mesmo os assassinos, vale lembrar que já fomos menos evoluidos, e até mesmo os piores casos que a sociedade fica revoltada e constantemente torcemos para aquele irmão terminar em maus lençois pois ele é "mau", esquecemos de lembrar que ele irá se arrepender e e evoluirá junto conosco ou até mesmo mais rápido, podendo nos ultrapassar em termos de evolução, tudo depende dele mesmo. 

   Deus é infinitamente bom e não criaria um ser para ser eternamente mau! (em algum lugar do Evangelho segundo o Espiritismo)

Somos todos iguais perante Deus -> Se somos todos iguais perante Deus, ele nos ama exatamente do mesmo modo, seja do maior assassino ao mais nobre homem da terra. analogicamente como uma mãe que fica orgulhosa ao ver o filho desorientado retomar o seu caminho, ele com seu amor INFINITAMENTE maior que de qualquer mãe, fica orgulhoso de seus filhos(nós) quando tomamos caminhos certos e nos redimirmos para o caminho do bem, e ainda mais se seus próprios irmãos o ajudam!

Primeiramente quero dizer que este é o primeiro artigo que eu ja escrevi na vida, gostaria de pedir desculpas pelos erros de português e concordancia, também quero dizer que não sou como escrevi o artigo, este é apenas meu humilde e provavelmente errado olhar clínico sobre alguns assuntos, sou cheio de pecados e erros, e longe julgo sem conhecer, mas quando estou em meu melhor estado, fora do calor de emoções, gostaria de ser deste jeito.


Um abraço aos amigos!

"Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei." Allan Kardec.

Um comentário:

  1. Olá Rodrigo, li hoje seu artigo. Sou simpatizante da doutrina e realmente somos tão imperfeitos que muitas vezes tomamos a atitude de apontar as falhas alheias e esquecendo das nossas. Creio que todos no fundo gostariam ao menos chegar perto da perfeição, por que perfeito mesmo somente Jesus Cristo. Gostei do seu artigo, continue expondo aqui seus pensamentos. Abraço em Jesus Cristo.

    ResponderExcluir